quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Nem tudo tem explicação

Quem sabe um dia a gente aprenda
Ou jamais saberemos para onde estamos indo.
Mas as coisas são assim
Um dia a vida faz sentido
E no outro...
Ah, no outro ansiamos sumir.
Às vezes queremos que o tempo passe tão depressa
Outrora desejamos que os momentos fossem infindáveis.
Quem dera a estrada só tivesse uma direção
Seria mais simples aceitar as circunstâncias.
Quem dera as nuvens pudessem falar
Com certeza elas me diriam pra onde seguir.
Mas as escolhas fazem parte do caminho
Elas geram o que somos
E o que não somos.
Acreditar que sempre é possível melhorar é um dom.
Mas o que realmente importa?
Talvez nada importe.

V. Ayanna

3 comentários:

  1. Sabias palavra cara vanessa.
    a vida é cheia de interrogações das quais - talvez - nunca saberemnos todas as respostas.
    otimo texto. parabens.

    ResponderExcluir
  2. inestabilidade é coisa para doido

    assim só sendo musico ou bateista para entender

    é duro ler algo que se assemelha com o que eu penso algumas horas

    ResponderExcluir
  3. Show de Bola Vanessa!

    ResponderExcluir